Hugo Hoyama elogia Ligia Silva após vitória na seletiva: “Exemplo”

Mesatenista radicada em Santos superou fortes concorrentes e se juntou a Lin Gui na delegação que vai a Porto Rico para o Latino-Americano

ligia-silva_forehand

Vaga conquistada na mesa, exemplo fora dela. Aos 34 anos, Ligia Silva foi a grande campeã da seletiva olímpica feminina, e irá representar o Brasil no Campeonato Latino Americano, em fevereiro do ano que vem. Para o técnico da seleção, Hugo Hoyama, o triunfo da amazonense pode render bem mais do que uma boa mesatenista na próxima competição.

Isso serve de exemplo principalmente para as mais novas, de que elas têm que continuar batalhando muito. Os bons resultados estão aparecendo, mas nunca podem deixar de trabalhar. A Ligia aproveitou as chances que teve e mereceu a conquista”, destacou o ex-jogador e ídolo da modalidade.

Além do bom desempenho de Ligia, Hoyama também fez questão de citar o “colega” Guilherme Simões, treinador que a acompanhou durante o torneio.

Sem dúvida a Ligia mereceu a vaga. Há algum tempo eu não a via jogar tão focada e taticamente certo, com certeza o trabalho do Guilherme ajudou muito. Muitas vezes eu vi ele orientando ela sobre como jogar, mas o importante foi ela escutar”, ressaltou.

O alto nível da seletiva deste ano não surpreendeu, após o ano histórico do tênis de mesa brasileiro entre as mulheres: 2015 incluiu o primeiro título de Circuito Mundial e a primeira final individual e por equipes em Jogos Pan-Americanos no feminino.

Foi uma seletiva muito bem disputada, com todas as atletas brigando de todas as formas por essa vaga importante. Fiquei feliz em ver essa disputa para representar o nosso país”, elogiou Hugo.

E foi justamente a grande quantidade de duelos equilibrados que valorizou a conquista da amazonense. Durante a campanha, ela superou Jessica Yamada por 3 a 0, na fase de grupos, Caroline Kumahara por 4 a 1 (na semifinal) e Bruna Takahashi valendo a ida ao Latino-Americano, por 4 a 0.

Ela sabia que jogando da maneira que jogou contra essas mesmas adversárias nos últimos confrontos, a chance de vitória seria bem menor. A Ligia foi bem regular na devolução das bolas e se manteve em cima da mesa, sempre colocando pressão nas adversárias”, analisou Hoyama.

Os resultados dela sobre essas grandes adversárias mostram como ela foi superior nesta seletiva. Espero que a Ligia continua brigando pelos seus objetivos, assim como todas as atletas”, completou o treinador da seleção.

A vitória permitiu que Ligia Silva se juntasse a Lin Gui, que já estava classificada por méritos técnicos, na delegação que representará o Brasil no Campeonato Latino-Americano de 2016, que será disputado em San Juan, Porto Rico, de 1 a 6 de fevereiro. O restante das vagas será decidido por indicação técnica.

Fonte: CBTM

Tags

top