Medalhistas do Pan ganham honrarias

Três dos quatro medalhistas de São Bernardo nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, estiveram ontem no gabinete do presidente da Câmara, José Luiz Ferrarezi (PT), onde foram homenageados pelo vereador. Exceção ao ginasta Caio Souza, que estava no Rio com a Seleção, a jovem Gui Lin, que fez história com as pratas individual e por equipes no tênis de mesa (e estava acompanhada do técnico da Seleção, Hugo Hoyama), e os experientes Célia, ouro no handebol feminino, e Diogo Hubner, do handebol masculino, receberam honrarias do ex-secretário municipal de Esporte, que admitiu: também sente-se parte das conquistas.

Quando tem uma ação dessa (homenagem) fico muito feliz. De 2009 para cá, pensamos numa São Bernardo voltada para o Esporte com grandes atletas, equipes e equipamentos. Quando se tem atletas daqui vencendo, fica ponta de orgulho para mim e toda a cidade”, disse o chefe do Legislativo. “Esse envolvimento que tenho com os atletas é porque também sou do meio, joguei Jogos Regionais e Abertos, sou profissional da Educação Física. Então o diálogo é tranquilo. Todos se sentem à vontade. Só fico angustiado porque quero e sei que podemos mais”, emendou o ex-jogador de futebol, que defendeu o município dos 11 aos 23 anos.

Por parte dos atletas, as homenagens fazem parte do “reconhecimento”. “Sempre gostoso e gratificante receber homenagens onde nasceu e sempre recebeu apoio, principalmente de amigos como o Ferrarezi. Só dá mais motivação para seguir lutando pela cidade”, afirmou Hoyama. “É legal para nós, atletas, esse reconhecimento. Não vou para o Pan defender meu nome, Célia, mas São Bernardo e Metodista. Estar na Seleção é gostoso e resultado do que faz no clube”, emendou a campeã.

Gui Lin passará temporada na Áustria

Chinesa de nascimento, são-bernardense de coração. A mesa-tenista Gui Lin, 21 anos, está no País há dez e já pronuncia o português dando inveja em muita gente. Cursando Administração na Metodista, ela parte hoje para novo desafio na carreira. Depois das duas medalhas de prata inéditas nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, a atleta ficará um ano na Áustria, preparando-se para a Olimpíada de Rio de Janeiro, em 2016.

Acertamos até maio de 2016, mas volto para representar São Bernardo nos Jogos Abertos”, disse Gui Lin, que ficará no clube Linz, tricampeão da Liga dos Campeões da Europa de tênis de mesa. “Estrutura muito boa, vai ser legal para adquirir experiência”, afirmou.

De acordo com o técnico da atleta em São Bernardo e na Seleção, Hugo Hoyama, será grande oportunidade. “Vai ajudar muito no crescimento do jogo dela. Com certeza isso vai ser bom para a cidade que, lá na frente, vai ter muitas conquistas dela”, explicou.

Fonte: Diário do Grande ABC

Tags

top