Corujão terá surfista Mineirinho, Hugo Hoyama e ator Alexandre Borges

O Corujão do Esporte dessa semana está eclético com convidados bem diferentes. Flávio Canto recebe no estúdio o surfista Adriano de Souza, o Mineirinho, líder do ranking mundial da modalidade, o mesatenista Hugo Hoyama e o ator palmeirense Alexandre Borges, que está em cartaz com uma peça que lembra a goleada da Alemanha sobre o Brasil na Copa. A parte musical ficará por conta do violonista Zé Paulo Becker, integrante do Trio Madeira Brasil. O programa vai ao ar depois da série Segredos do Paraíso.

Na pauta do programa vamos falar da Liga Mundial de Surfe e do Mundial de tênis de mesa, na China. Também abordaremos a relação entre esporte e arte, usando como exemplo a peça “Muro de Arrimo”, que tem Alexandre Borges fazendo seu primeiro trabalho de direção teatral e que mostra um trabalhador da construção civil que, durante a peça, narra o dia da fatídica partida que ele está escutando pelo rádio enquanto trabalha.

Das areias do Guarujá, litoral de São Paulo, para o mundo. Adriano “Mineirinho” Elias de Souza, de 28 anos, é o atual líder do Circuito Mundial de Surfe. Desde cedo ele impressiona, tendo sido campeão mundial júnior e o primeiro surfista brasileiro a liderar o ranking mundial. Hoje ele já soma cinco etapas conquistadas em toda a carreira.

Técnico da seleção brasileira feminina de tênis de mesa, Hugo Hoyama foi um dos maiores mesatenistas a representar o Brasil. Ele participou de seis Olimpíadas e sete Pan-Americanos, competição em que conquistou 15 medalhas (dez ouros, uma prata e quatro bronzes). Hoje, continua praticando o esporte em disputas interclubes.

Alexandre Borges Correia nasceu em Santos há 49 anos. Torcedor apaixonado do Palmeiras, eles estreou no teatro em 1985, no cinema em 1991 e dois anos depois na televisão. Depois de ter interpretado vários galãs, Alexandre Borges deixou a barba crescer para a novela “I love Paraisópolis”, trama das sete que estreia dia 11. Ele será Jurandir, um malandro que foge do batente, mas não faz mal a ninguém e é muito querido pelos amigos do bairro.

O violonista Zé Paulo Becker tem dez cds gravados, quatro com o Trio Madeira Brasil e seis em que mostra sua habilidades como solista e compositor. Com várias turnês internacionais no currículo, Zé Paulo é também um professor e divulgador da música. Lançou um livro-método de violão intitulado “Levadas Brasileiras”, em que aborda diversos ritmos brasileiros no instrumento e também é professor substituto da UNI-Rio.

Fonte: Globo Esporte

Tags

top