Mundial de tênis de mesa terá brasileiros como cabeças de chave

Nesta terça-feira, a Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF) divulgou que a delegação do Brasil terá cabeças de chave nas duplas femininas, masculinas e mistas no Mundial em Suzhou, na China.

Após conquistar a prata no Aberto do Qatar, a dupla Gustavo Tsuboi e Hugo Calderano será cabeça de chave 24. Já Cazuo Matsumoto e Thiago Monteiro não conseguiram uma vaga entre os 32 pré-classificados.precisarão disputar a fase preliminar do Mundial.

Pela categoria feminina, Lin Gui e Caroline Kumahara serão as cabeças de número 27. Na competição mista, Gustavo Tsuboi e Lin Gui estão em 31º no ranking das 64 parcerias preferidas, enquanto Hugo Calderano e Caroline Kumahara seguem em 42º.

Na modalidade individual, o Brasil será representado por quatro atletas nas disputas masculinas: Gustavo Tsuboi, em 54º no ranking mundial, Hugo Calderano (60º), Cazuo Matsumoto (107º) e Thiago Monteiro (156º). Já a categoria feminina terá as seguintes atletas: Lin Gui (130ª), Caroline Kumahara (143º) e Ligia Silva (160º).

Na última semana, Hugo Hoyama, técnico da seleção feminina, embarcou para a Europa para acompanhar os preparativos da 130ª do ranking. A atleta segue treinando no clube austríaco Linz, onde assinou contrato por uma temporada. O treinador foi conhecer a estrutura do local e acompanhar de perto as atividades a pedido da própria atleta.

Será importante para manter a pegada dos treinamentos e ganhar ritmo. A Lin Gui pediu para que eu fosse ao Linz para conhecer o pessoal. Vai ser importante também para entender o trabalho deles“, disse Hoyama.

De lá, os dois encontrarão Ligia Silva para a disputa do Aberto de Luxemburgo, que será o último torneio antes do Mundial. Caroline, por sua vez, está fazendo um intercâmbio no Samsung Club, na Coreia do Sul, e só deve rever as companheiras no torneio na China. A oportunidade vivida pela brasileira na Coreia foi aprovada por Hoyama.

Acho que será algo muito interessante. Pode, inclusive, abrir portas para que outras atletas possam treinar lá. Na Coreia, todas treinam firme e são muito disciplinadas“, observou.

Fonte: ESPN

Tags

top